Câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo todo.

Atualmente, o câncer de mama corresponde a 28% dos novos casos de câncer em mulheres.

Por ser uma doença com números tão expressivos, precisamos falar sobre prevenção, diagnóstico e tratamento.

E foi com esse objetivo que nasceu o Outubro Rosa: alertar o mundo todo sobre a necessidade de fazer um diagnóstico precoce do câncer de mama.

No texto de hoje, vamos te explicar o que é o câncer de mama, fatores de risco, a importância do autoexame e contar como você pode ajudar a ONODERA nessa luta.

 

O que é câncer de mama?

O câncer de mama é um tumor maligno que atinge o tecido mamário como consequência de alterações genéticas em algum conjunto de células da mama.

Isso faz com que as células passem a se multiplicar descontroladamente, causando o crescimento anormal das células mamárias.

 

Quais são os fatores de risco para o câncer de mama?

Os principais fatores de risco para o câncer de mama são:

- Histórico familiar;

- Idade: os casos mais comuns ocorrem em mulheres entre 40 e 69 anos;

- Menstruação precoce, menopausa tardia ou reposição hormonal: o excesso de estrogênio nessas situações pode causar a proliferação desordenada de células mamárias;

- Colesterol alto;

- Obesidade;

- Ausência de amamentação: a amamentação estimula as glândulas mamárias e diminui os hormônios em excesso na corrente sanguínea.

 

Como prevenir o câncer de mama?

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como:

- Praticar exercícios regularmente;

- Manter uma dieta balanceada;

- Manter o peso corporal adequado;

- Evitar o consumo de álcool;

- Amamentar;

- Evitar o uso de hormônios sintéticos como anticoncepcionais ou terapias de reposição hormonal.

 

Como fazer o autoexame e identificar o câncer de mama?

Quanto mais cedo o câncer de mama é identificado, menos agressivo precisa ser o tratamento.

Se já passou dos 30 anos, faça mamografias regularmente, pelo menos uma vez por ano e faça o autoexame!

 

Segundo o INCA, não é necessária uma técnica específica para fazer o autoexame do câncer de mama.

É importante que as mulheres observem suas mamas em momentos em que estejam confortáveis como durante o banho, trocas de roupa ou em algum momento do cotidiano.

O ideal é apalpar e observar os seios em busca dos seguintes sinais:

- Nódulos (caroço), fixo e geralmente indolor: é a principal manifestação da doença e está presente em 90% dos casos que são identificados pela própria mulher;

- Pele dos seios avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;

- Alterações no bico do peito (mamilo);

- Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço;

- Saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.

Caso você se depare com qualquer um desses sintomas, procure um médico e faça os outros exames pertinentes.

 

ONODERA na luta contra o câncer de mama

No outubro rosa, a ONODERA entrou na luta contra o câncer de mama.

Durante todo o mês, a massagem relaxante OnoPower custará apenas R$49,90 e toda a renda arrecadada com o procedimento será revertida para o Hospital Pérola Byington.

Abrace essa causa e entre na luta contra o câncer de mama com a ONODERA, agende sua OnoPower.