Estrias são cicatrizes que acontecem por conta da quebra de fibras de colágeno e elastina na superfície da pele.

Elas formam aquelas "linhas" na pele que podem ser brancas, rosadas ou arroxeadas e incomodam muitas pessoas.

No artigo de hoje nós vamos te explicar melhor o que são as estrias, suas causas e os tratamentos para o problema. Continue lendo para saber mais!

 

O que são estrias e quais são os tipos?

As estrias são cicatrizes formadas por conta da destruição de fibras de colágeno e elastina, substâncias que dão sustentação e elasticidade à pele.

Essas fibras tem um limite de elasticidade e, quando ele é ultrapassado, elas se rompem formando linhas vermelhas, arroxeadas ou brancas e, em alguns casos, coceira.

O que diferencia os tipos de estria são as cores e a profundidade:

Linhas superficiais avermelhadas ou arroxeadas: estrias novas que ainda tem circulação sanguínea e podem ser cicatrizadas mais facilmente.

Linhas brancas e/ou profundas: estrias antigas que já estão cicatrizadas e que precisarão de tratamentos mais agressivos.

 

Como e onde se formam as estrias?

Alguns estudos apontam que as estrias podem ser ocasionadas por fatores genéticos ou hormonais, mas as principais causas são por estiramento da pele, veja alguns exemplos:

- Fase de crescimento (infância ou adolescência);

- Efeito sanfona (engordar ou emagrecer rapidamente);

- Gravidez;

- Ganho rápido de massa muscular;

- Uso de corticoides;

- Implantes de silicone.

É por conta disso que as estrias geralmente aparecem nos braços, seios, coxas, glúteos, barriga, culote ou costas.

 

Como prevenir as estrias?

Fora as estrias com causas genéticas ou hormonais, as prevenções são bem práticas e bem parecidas com os processos de emagrecimento em geral:

- Faça uso de hidratantes corporais regularmente;

- Beba bastante água, em média dois litros por dia;

- Pratique exercícios físicos regulamente;

- Evite comer doces, gorduras ou sal em excesso.

 

Quais são os principais tratamentos para estrias?

Como as estrias são formadas pela falta de colágeno, é preciso causar novas abrasões para que o corpo possa produzir essa substância e tirar as manchas.

Quanto mais esbranquiçada e profunda for a linha, mais abrasivo precisará ser o tratamento.

É importante dizer que as estrias não têm cura, os procedimentos estéticos podem ajudar, apenas, a diminuir bastante essas marcas.

Veja abaixo alguns tratamentos para estrias que podem te ajudar a esconder as linhas:

 

Microdermoabrasão

As microagulhas estimulam o corpo a produzir colágeno e elastina novos e também facilitam a penetração de ativos como o ácido retinoico.

O procedimento precisa ser feito com cuidado para não causar sangramentos, procure sempre um profissional de confiança.

 

Luz Pulsada

A luz pulsada é uma ótima opção no tratamento para estrias antigas, seu dano é controlado e requer poucas sessões.

 

Esfoliação

A esfoliação é indicada nos casos mais leves e ajuda na descamação da pele superficial, promovendo a cicatrização e a síntese de novo colágeno e elastina.

 

Se você gostou deste artigo e quer continuar recebendo dicas de beleza e saúde, siga a gente no Facebook e no Instagram.