É natural o aumento de peso e o aparecimento de celulites e estrias depois da gravidez, mas você sabia que a drenagem linfática no pós-parto pode ajudar a voltar à forma?

Os efeitos dessa massagem podem beneficiar até mesmo durante a gestação, diminuindo inchaços e a retenção de líquidos.

Quer saber como a drenagem linfática funciona e como ela pode te ajudar no pós-parto? Então continue lendo que a gente te conta tudo!

O que é drenagem linfática?

Antes de te falar como a drenagem linfática no pós-parto ajuda a voltar à forma, é preciso te explicar o que ela é e como funciona.

A drenagem linfática é uma massagem que utiliza movimentos lentos e rítmicos para auxiliar na eliminação de toxinas e na circulação sanguínea.

Esse tipo de massagem ajuda a reduzir edemas e a retenção de líquidos e é bastante procurado durante a gravidez.

Drenagem linfática na gravidez e no pós-parto

Alguns hormônios produzidos pela gravidez fazem com que o organismo absorva mais sódio, que é um dos principais vilões na retenção de líquidos.

Além disso, o volume de sangue pode aumentar entre 30 e 40%, o que faz com o que corpo retenha até 8 litros de água a mais do que o normal.

É nessa parte que a drenagem linfática para gestantes pode ajudar!

A técnica é capaz de eliminar toxinas, resíduos metabólicos e o excesso de líquidos.

Benefícios da drenagem linfática no pós-parto

A drenagem linfática além de ajudar a emagrecer e voltar à forma, oferece diversos benefícios no pós-parto. São eles:

- Melhora na circulação sanguínea;

- Menos retenção de líquido e redução no inchaço causado pela gravidez;

- Estimula a produção de leite e diminui a sensibilidade dos seios;

- Combate a celulite;

- Previne e combate varizes, câimbras e a sensação de cansaço nas pernas;

- Fortalece o sistema imunológico por estimular a produção de linfóticos;

- Elimina toxinas e resíduos acumulados no corpo.

Além disso, a drenagem linfática no pós-parto proporciona bem-estar por ser uma técnica relaxante e aumentar a autoestima.

Informações importantes sobre a drenagem linfática no pós-parto

A drenagem linfática é uma massagem suave e ritmada nos gânglios linfáticos. O número de sessões varia caso a caso, deverá ser decidido pelo profissional responsável.

É natural sentir vontade de urinar após a sessão, isso significa que a técnica já está funcionando.

Porém, a drenagem linfática no pós-parto não é indicada para todas as mulheres.

A técnica deve ser evitada por qualquer pessoa que tenha doenças relacionadas ao sistema linfático, insuficiência renal, trombose, hipertensão que não esteja controlada e outros.

Antes de começar qualquer tratamento estético é importante consultar o obstetra.

Depois que o médico autorizar a realização da técnica, é preciso encontrar um profissional qualificado e especializado em drenagem linfática no pós-parto.

 

Se você gostou deste artigo, veja outros que podem te interessar:

- Quatro tipos de massagens para emagrecer;

- Como perder gordura abdominal;

- 3 exercícios físicos fáceis para fazer em casa.

 

E se você quiser saber um pouco mais sobre a drenagem linfática no pós-parto, venha fazer uma avaliação gratuita na Onodera e tire suas dúvidas com os nossos profissionais!