Você já reparou como os ritmos latinos estão fazendo sucesso? Basta ligar o rádio para ouvir pelo menos uma música em espanhol com aquela batida gostosa que faz a gente querer dançar na mesma hora. Por falar nisso, esses gêneros musicais são ótimos para quem quer ficar em forma de um jeito descontraído e prazeroso.

Apesar de existirem aulas de dança, você mesmo pode montar seu treino, dançando algumas músicas em casa mesmo ou na companhia dos amigos. No entanto, é importante passar por uma avaliação médica para saber se você está apta para a atividade. Reunimos os principais ritmos latinos para que você possa escolher qual combina mais com o seu estilo de vida.

Salsa

Ritmo caribenho da década de 1970 que conquistou o mundo e tem novos adeptos a cada dia, mistura elementos do jazz e da música africana. As músicas podem ser dançadas sozinhas ou em casal, com movimentos rápidos e precisos que trabalham os braços e as pernas. Além de tonificar os membros, aumenta a resistência física, melhora a saúde cardiovascular e intensifica a agilidade. Dependendo da velocidade das músicas, é possível queimar até 400 calorias em uma hora.

Reggaeton

Com origem no Panamá, o ritmo latino de maior sucesso mistura o reggae espanhol com salsa, hip hop e música eletrônica. Com movimentos marcados e precisos, promove melhoria em todo o sistema cardiovascular, fortalece membros e glúteos, além de ajudar a definir o abdômen e melhorar o humor. Fora que facilita o processo de emagrecimento, já que queima até 200 calorias em uma hora de prática.

Zouk

Também conhecido como lambada francesa, teve sua origem nas ilhas caribenhas e ganhou o mundo entre as décadas de 1980 e 1990. As músicas normalmente são dançadas a dois com movimentos bem sensuais, explorando membros inferiores, abdômen e até a cabeça. Além de tonificar os músculos, melhora a coordenação e favorece a autoestima, com intenso gasto calórico: pode-se eliminar até 800 calorias em uma hora.

Bachata

Dança romântica, surgiu na República Dominicana e se caracteriza por propor um movimento intenso dos quadris. As músicas do gênero podem ser divididas em dois estilos: mais lenta e mais aeróbica. Seja qual for sua escolha, o ritmo modela pernas e glúteos, deixa a cintura modelada, oferece maior flexibilidade da coluna vertebral e alivia o estresse. Em uma hora de prática, elimina-se cerca de 350 calorias.